Inspiração

Desafio Fotográfico: o que me inspira

agosto 30, 2014

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Agora a gente tem desafio fotográfico no Rotaroots!! Todo último dia do mês, vai ter post aqui (eu sei que hoje não é o último dia do mês, mas tivemos uma mudança no calendário por causa do Blog Daaaay <3)

beyonce-photo-desafio-fotografico-agosto-rotaroots-mude-me

Tenho uma Nikon D3100, que é minha paixão, mas as fotos do desafio desse mês foram feitas com um iPhone 4S e editadas com o Afterlight (melhor app pra edição de fotos, na minha opinião). Como o tema é “inspiração” e são tantas as coisas que me inspiram, acho que não faria muito sentido ter uma lista e sair por aí pra fotografar. Confesso que até tentei fazer desse jeito, mas percebi que inspiração é algo que pode aparecer de uma forma tão repentina, que registrei lugares/momentos/coisas no celular, mesmo.

Revista TPM

Eu passei boa parte da minha vida lendo as revistas erradas. Cagação de regra disfarçada de “dicas” de maquiagem, moda, relacionamento e por aí vai. Comprava uma vez, me sentia participante do Clube das Luluzinhas, mas depois deixava delado. Então descobri a TPM e vi que tinha encontrado uma revista que era feita pra mim, uma feminista (aliás, me “descobri” feminista há pouco tempo e estou trabalhando em um texto que vai contar como isso me fez mudar com relação à dieta e ao meu corpo).

A edição de agosto fala do poder e tem entrevistas com grandes mulheres, seja na política, na TV ou no esporte. Essa foto foi tirada no dia em que li a matéria que traz  várias mulheres contando qual foi o momento em que elas se sentiram mais poderosas. O que me chamou a atenção foi um trecho do depoimento da cineasta Vera Egito:

“Não existe poder maior do que aquele de ser quem você quer ser”

E isso me fez pensar muito. Será que eu sou quem eu quero ser? Talvez eu ainda esteja no caminho, mas acredito que ter liberdade para escolher meu futuro também me torna uma pessoa poderosa. Ler relatos e histórias diferentes me inspira, essa revista faz com que eu me sinta em casa, então é comum você me ver por aí andando com alguma edição dela debaixo do braço.

 Starbucks

Quando eu entro em uma Starbucks, não estou comprando só o café. Pra mim, naquele dinheirinho, tá inclusa a experiência. Atendimento fofo, sofas aconchegantes, wi-fi bom (ótimo pra ver Netflix!) e trilha sonora gostosinha. Tem uma na minha faculdade e costumo passar lá todos os dias, pegar um chá ou um café, ler minha revista ou um livro, assistir a alguma série. Mas confesso que a unidade que mais gosto é a da Al. Campinas, só tento ir pra lá fora dos “horários de pico” pra ter uma experiência legal. Geralmente, faço isso quando estou passeando pela Av. Paulista, lugar sobre o qual vou falar daqui a pouco.

revista-tpm-starbucks-cafe-poder-inspiracao-desafio-fotografico-rotaroots-mude-me

 Parque Ibirapuera

Quando percebi como era tranquilo chegar no Ibirapuera, passei a visitar o parque em quase todo fim de semana. Gosto muito de correr lá, mas minha atividade preferida é alugar uma bicicleta e poder prestar atenção em cada detalhe. Dá pra encontrar tanta coisa legal. Tem cachorros super fofos; já vi gente com arara (!) por lá; tem um senhor que toca saxofone sempre no mesmo lugar; um grupo que apresenta músicas com violino, pandeiro e violação – e fica lindo -; no inverno, a cor rosa das cerejeiras toma conta do parque todo, dando uma vista linda pro passeio. E acredito que o que mais me inspira nesse lugar tá registrado na foto que escolhi, que é a tranquilidade que encontro em meio à selva de pedra que é a minha cidade.

ibirapuera-corrida-lago-cerejeira-inverno-inspiracao-desafio-fotografico-rotaroots-mude-me

 Arte urbana

Costumo caminhar bastante por São Paulo e sempre encontro muita coisa legal. E adoro fotografar essas coisas. Não sei explicar o motivo, mas essa da foto é a que mais gosto. Acho que é porque passo por ela todos os dias, a caminho do trabalho, e essas cores e esses traços quebram o cinza (e até mesmo o verde das árvores). É, deve ser por isso. Até porque já vi artes bem mais elaboradas, mas tenho um carinho especial por essa.

No geral, morar em São Paulo é algo muito inspirador. Aqui a gente encontra de tudo, acho que é uma cidade pra todos os gostos e ela vai ser sempre minha inspiração. Tem a parte do caos, mas se eu quiser tranquilidade, tem parques, cafeterias e pronto, achei a tranquilidade. Não consigo me imaginar morando em outro lugar, em uma cidade do interior.

sao-paulo-arte-urbana-inspiracao-desafio-fotografico-rotaroots-mude-me

Posts Relacionados:

Discussão

Deixe um Comentário